Como funciona a Suspensão de Contrato de Trabalho por Qualificação Profissional?

O artigo 476-A da CLT estabelece a possibilidade do empregador suspender o contrato de um empregado por um período de 2 a 5 meses sem pagamento de salários e com ajuda compensatória facultativa, para participação do referido empregado em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pela empresa.
Nessa situação, os salários dos empregados ficariam suspensos e cada um receberia um benefício do FAT – Fundo de Apoio ao Trabalhador no valor do seu salário, limitado ao teto do seguro desemprego, que hoje é de R$ 1.813,03.